Chupeta ou dedo?

lb_chupetaoudedo

Há certas vantagens em deixar o bebê chupar o dedo em vez de usar uma chupeta: os dedos estão sempre disponíveis, não caem no chão, não são presos de forma potencialmente perigosa à roupa da criança e estão sempre sob o controle dela.

Chupar o dedo é um hábito que geralmente vai embora sozinho, quando a criança desenvolve outras formas de se confortar, por volta de três ou quatro anos, embora muitas delas acabem chupando o dedo à noite ou em situações de mais ansiedade ou estresse por anos a fio.

Se seu filho chora muito e demonstra ser mais “sugador”, a chupeta também pode ser uma maneira eficiente de tranquilizá-lo. Saiba, contudo, que há uma ligação entre o uso frequente de chupeta e a ocorrência de otites.

Acredita-se que a sucção da chupeta eleva as chances de uma infecção migrar da boca para a tuba auditiva. Para minimizar os riscos, tente limitar o uso da chupeta, como, por exemplo, só oferecendo-a na hora de dormir.

Se você estiver dando de mamar, é melhor esperar o bebê completar pelo menos um mês antes de oferecer a chupeta, já que seu uso cedo demais pode interferir no aleitamento materno.

Alguns especialistas acreditam que a chupeta pode confundir o bebê que mama no peito e dificultar a “pega” correta e que o tempo com ela na boca reduziria o tempo que a criança pode passar no peito, comprometendo a produção do leite.

Recomenda-se começar a desacostumar os bebês da chupeta por volta de um ano, para evitar problemas com a dentição.

Na verdade, chupar o dedo também pode afetar o crescimento e o desenvolvimento dos dentes, mas alguns especialistas acreditam que a chupeta possa, ainda por cima, interferir no desenvolvimento da fala.

Se decidir restringir o uso da chupeta, experimente oferecer um “paninho” de tecido macio ou algum brinquedo mais mole para substituir a sensação reconfortante que a criança obtém com ela.

Fonte: brasil.babycenter.com

☎️ Agende nossa visita!

Dra. Cláudia Tavares
Tel.: +55 21 2259-5148 / 97990-2727
linhababy@promosaude.odo.br

 

Anúncios

Meu bebê baba muito! Será que são os dentes?

lb_babamuitoDurante o primeiro ano de vida, o bebê pode babar-se bastante sem que isso seja sinal de doença ou complicação de saúde. O aumento da produção salivar é um acontecimento normal, associado ao desenvolvimento do bebê. O maior cuidado é a renovação frequente da roupa porque o contato da baba com a pele pode irritar a pele.

☎️ Agende nossa visita!

Dra. Cláudia Tavares
Tel.: +55 21 2259-5148 / 97990-2727
linhababy@promosaude.odo.br

 

Quando aparecer o primeiro dentinho

linha_baby_primeirodentinho.jpg

Se a primeira consulta do bebê acontecer logo que aparecer o primeiro dentinho, os pais podem ser orientados a acompanhar a erupção dos outros dentes e assim, possivelmente, a criança nunca terá uma cárie.

Fonte: guiadobebe.uol.com.br

☎️ Agende nossa visita!

Dra. Cláudia Tavares
Tel.: +55 21 2259-5148 / 97990-2727
linhababy@promosaude.odo.br